Orgânicos contra o câncer, verdade ou mito?

Publicado em 08/02/2019


No fim de 2018, uma pesquisa causou um verdadeiro rebuliço ao associar a preferência por alimentos orgânicos a uma menor probabilidade de desenvolver alguns tipos de câncer.

A pesquisa publicada no periódico Jama Internal Medicine foi realizada da seguinte forma, os voluntários responderam periodicamente a um questionário, fornecendo informações sobre o consumo de 16 itens. Após sete anos, foi contabilizado a incidência da doença nos voluntários e, segundo os autores, quem priorizava os orgânicos possuía uma taxa de 25% menos chances de desenvolver tumores.

Devemos sempre lembrar que se trata de um estudo de associação, onde apenas são comparados dois dados em vez de mostrar uma relação clara. Existem outros fatores que podem influenciar no desenvolvimento do câncer. O INCA recomenda privilegiar os alimentos orgânicos como parte do estilo de vida que reduz o risco de câncer.

Como disse Thaís Manfrinato Miola, coordenadora de Nutrição Clinica do A.C. Camargo Câncer, "o câncer é uma doença multifatorial.Portanto não adianta optar pelo orgânico e tomar refrigerante todos os dias, ser sedentário, fumar, e por aí vai."